Portuguesa tenta driblar desfalques

O elenco da Portuguesa mal voltou a trabalhar no Canindé e o técnico Giba já percebeu que pode ter problemas na escalação do time para o jogo contra o Vila Nova, na próxima terça-feira. Além do volante Rai, que recebeu o cartão amarelo na derrota por 1 a 0 para o Marília, o treinador pode ter outros desfalques por contusão, que podem alterar até o estilo de jogo do time.Mesmo sentindo os efeitos de possuir um elenco reduzido, a Portuguesa se mantém na vice-liderança da Série B, com 23 pontos. A principal preocupação é Rodrigo Pontes. O volante, que já desfalcou o time por quatro rodadas, é aguardado por Giba para assumir a posição deixada por Rai. Antes de se machucar, Pontes era o titular até ser atingido por uma amigdalite, que o deixou quatro quilos mais magro. Na expectativa de jogar, ele faz até a próxima semana um trabalho de recondicionamento físico.Caso Pontes desfalque o time pela quinta vez consecutiva, Giba estuda colocar um meia em seu lugar, modificando assim o esquema com três volantes. As primeiras opções seriam Michael e Xuxa, que têm entrado no decorrer das partidas, mas Celsinho, que volta na segunda-feira da Seleção Sub-17, pode ganhar a posição ao lado de Cléber, artilheiro do time com sete gols.No trabalho realizado nesta quinta-feira, o meio de campo foi o maior problema. Almir, com dores no pé direito, e Alexandre, que levou uma pancada no tornozelo esquerdo, não treinaram e foram substituídos pelo jovem Bruno Costa e pelo meia Michel. A esperança Rodrigo Pontes participou da movimentação, mas ainda sem estar no melhor de sua condição física.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.