Portuguesa vence a primeira na Série B

A Portuguesa não fez uma brilhante apresentação, mas derrotou o Bahia por 1 a 0, nesta sexta-feira à noite, no Canindé, e conquistou sua primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo foi muito equilibrado, mas na segunda etapa o time baiano teve dois jogadores expulsos e facilitou a tarefa da equipe paulista, que manteve a escrita de nunca ter perdido para o adversário em casa. A partida foi cheia de oportunidades no primeiro tempo, mas a Portuguesa criou mais. Logo aos 2 minutos, Lucas Pereira arriscou de fora da área, mas o goleiro Márcio defendeu com facilidade. Dois minutos depois, o Bahia foi ao ataque: Neném rolou para Galeano, mas ele bateu fraco, para fácil defesa de Gléguer. Lucas Pereira perdeu outra oportunidade para a Lusa aos 9, quando recebeu de Paulo Isidoro e bateu forte, de dentro da área, mas Márcio espalmou pela linha de fundo. O centroavante era a melhor alternativa do ataque do time paulista, e aos 15, dividiu uma bola com o goleiro adversário, que salvou para escanteio. Aos 20, outra grande chance: numa rebatida da defesa, Lucas tocou de cabeça, no travessão. Mas foi o zagueiro César, livre, embaixo do gol, quem perdeu a melhor oportunidade para abrir o placar: aos 20, pegou o rebote da defesa, mas tocou para fora. Num contra-ataque, o Bahia quase marcou. Aos 43, Henrique pegou rebote de um cruzamento, matou no peito e bateu de frente para o gol. Gléguer fez ótima defesa e segurou o 0 a 0 do primeiro tempo. Na etapa final, o jogo não perdeu o ritmo, e as equipes desperdiçando chances. Aos 12, Neném avançou e apareceu livre na área, mas bateu em cima de Gléguer. O Bahia perdeu Leonardo aos 17, quando o zagueiro, que já tinha levado cartão amarelo, fez falta dura sobre Edmilson. Aos 20, Ângelo cobrou escanteio na cabeça de Edmílson. O atacante tocou forte, mas o goleiro Márcio fez excelente defesa e afastou o perigo. Aos 25, foi a vez do Bahia perder gol feito: Danilo, cara a cara com Gléguer, chutou para fora, após cruzamento de Bruno. A Portuguesa abriu o placar aos 30. Marquinhos cruzou bem, Alex Oliveira apareceu de surpresa na área e tocou de cabeça, sem defesa para Márcio: 1 a 0. "O gol foi importante, mas o principal foi o empenho da equipe, que buscou a vitória a todo o momento. Não fosse a boa atuação do goleiro (Márcio) teríamos feito um placar maior", disse Alex. O Bahia perdeu o poder de reação aos 32 minutos, quando Danilo levou o segundo amarelo, por agressão, e foi expulso. Aos 42, Gléguer salvou a Portuguesa de sofrer o empate. Em uma rápida jogada, Ernane apareceu livre na área, mas parou na defesa do goleiro. No último minuto, Bruno arriscou de fora da área, mas Márcio espalmou pela linha de fundo. Na próxima rodada, a Portuguesa vai ao Recife, enfrentar o Sport, dia 9. O Bahia pega o Marília, terça-feira, na Fonte Nova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.