Divulgação
Divulgação

Portuguesa vence e impede liderança do Fluminense

Resultado serve para tirar a equipe da lanterna e da zona de rebaixamento

AE, Agência Estado

13 de junho de 2013 | 00h13

SÃO PAULO - Mesmo sem apresentar um grande futebol, a Portuguesa conseguiu vencer pela primeira vez no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, a Lusa derrotou o Fluminense, por 2 a 1, no Estádio do Canindé, em jogo atrasado da segunda rodada, e impediu que a equipe carioca assumisse a liderança do torneio antes da pausa da Copa das Confederações.

O resultado serviu para tirar a Portuguesa da lanterna e da zona de rebaixamento. O time subiu para o 12.º lugar, com seis pontos. Já os cariocas seguem com nove pontos, ainda no quarto lugar porque São Paulo e Grêmio empataram. Sendo assim, a liderança segue com o Coritiba.

O jogo foi equilibrado nos primeiros minutos. A Portuguesa sempre fechada esperando um espaço para chegar ao ataque. Os visitantes seguiam enfrentando problemas com desfalques e também não conseguiam criar. Isto fez com que o jogo ficasse bastante brigado e sem emoções nos primeiros minutos.

As coisas só começaram a ficar quentes quando a Portuguesa abriu o placar. Souza dominou na intermediária, deu o corte em Diguinho e bateu forte. O meia pegou bem na bola e acertou o canto esquerdo baixo de Ricardo Berna, que pulou na bola, mas não alcançou nada, aos 22 minutos.

O gol acordou o Fluminense, que levou perigo em cabeçada de Gum, livre de marcação. Atrás do marcador, os visitantes foram para cima e conseguiram empatar aos 37 minutos num belo gol de Rafael Sóbis. O atacante cobrou falta de longe, a bola mudou de direção no meio do caminho e surpreendeu Glédson, que pulou na bola só para fazer foto.

O bom futebol apresentado nos minutos finais da primeira etapa ficou nos vestiários. O meio-campo estava extremamente congestionado e a bola foi quem mais sofreu. O Fluminense tentava chegar mais, pois tinha mais qualidade, mesmo assim não levava perigo.

Carlinhos tentou resolver sozinho, deu o corte dentro da área, mas bateu fraco de perna direita e facilitou para Glédson. Sóbis também tentou chegar, deu grande drible em Lima, mas antes de chutar foi interceptado pelo goleiro da Lusa.

A monotonia da partida só acabou aos 37 minutos. Na primeira boa trama de ataque, Bruninho lançou Rogério na esquerda. O lateral foi até a linha de fundo e cruzou na cabeça do atacante Diogo. O lusitano se antecipou à marcação e testou para o fundo das redes.

PORTUGUESA 2 X 1 FLUMINENSE

PORTUGUESA - Gledson; Luis Ricardo, Lima, Valdomiro e Rogério; Bruninho, Corrêa, Cañete (Michael) e Souza; Matheus e Diogo. Técnico - Edson Pimenta.

FLUMINENSE - Ricardo Berna; Bruno, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Diguinho e Wagner (Denílson); Rafael Sóbis, Samuel e Biro-Biro (Eduardo). Técnico - Abel Braga.

GOLS - Souza, aos 22, e Rafael Sóbis, aos 37 minutos do primeiro tempo. Diogo, aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Emerson de Almeida Ferreira (MG).

CARTÕES AMARELOS - Bruninho, Rogério, Diogo, Valdomiro (Portuguesa); Gum (Fluminense).

RENDA - R$ 29.690,00.

PÚBLICO - 1.182 pagantes.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.