Portuguesa vence Fluminense e deixa zona de descenso

No Canindé, equipe faz 3 a 1 no tricolor carioca e sobe para 19 pontos no Campeonato Brasileiro

AE, Agencia Estado

30 de julho de 2008 | 22h43

A Portuguesa conquistou sua primeira vitória sob o comando do técnico Valdir Espinosa e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ao vencer o Fluminense, de virada, por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Estádio do Canindé, em São Paulo, pela 16.ª rodada.Veja também:   Resultados e classificação do Brasileirão  Com o resultado, a Lusa, que não ganhava há três jogos, pulou para 19 pontos. Os cariocas continuam em situação crítica, no penúltimo lugar, com 13 pontos. Levam vantagem sobre o lanterna Ipatinga - que joga nesta quinta contra o Sport, em Recife - no saldo de gols: -8 a -11.O técnico do Fluminense, Renato Gaúcho, surpreendeu ao entrar com apenas Washington no ataque. Diante de um adversário recuado, a Portuguesa teve maior volume de jogo e dominou os minutos iniciais. Quem saiu na frente, entretanto, foram os cariocas. Aos 19 minutos, o meia Conca recebeu de Washington, na entrada da área, e bateu com categoria no canto direito do goleiro Sérgio.  Portuguesa 3 Sérgio; Patrício    , Bruno Rodrigo, Ediglê e Bruno Recife (Vaguinho); Gavilán, Carlos Alberto    , Wilton Goiano     (Erick) e Preto; Jonas e Washington (Rogério) Técnico: Valdir Espinosa  Fluminense 1 Fernando Henrique; Maurício    , Ânderson    , Roger e Uendel (Dodô); Fabinho, Romeu (Somália), Arouca, Tartá     e Conca; Washington    Técnico: Renato Gaúcho Gols: Conca, aos 19, e Jonas, aos 27 minutos do primeiro tempo; Preto, aos 11, e Jonas, aos 41 minutos do segundo tempoÁrbitro: Alício Pena Junior (MG)Renda: R$ 52.810,00Público: 2.701 pagantesEstádio: Canindé, em São Paulo-SP O gol, no entanto, não mudou o panorama do jogo. A Lusa continuou melhor em campo e conseguiu empatar aos 27 minutos. O atacante Jonas recebeu de Patrício próximo da área e emendou de primeira, no canto esquerdo do goleiro Fernando Henrique. Uma bela virada.Em uma noite ruim, o meia Tartá acabou prejudicando o time tricolor aos 37 minutos do primeiro tempo, quando recebeu o segundo amarelo e acabou expulso.   Com um a mais, a Lusa aumentou a pressão e chegou à virada, com Preto, em um belo chute de fora da área, aos 11 minutos da etapa final. O Fluminense ainda teria Washington expulso de forma polêmica, aos 14 minutos, por acertar uma suposta cotovelada em Bruno Rodrigo. A vantagem numérica facilitou a vida da Lusa, que ainda ampliou aos 41 com Jonas.No próximo sábado, às 18h20, a Portuguesa volta a campo para enfrentar o Goiás, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Enquanto isso, o Fluminense joga contra o Internacional, no mesmo dia, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.