Portuguesa vence Ponte fora de casa e amplia vantagem

No duelo dos líderes, a Portuguesa não tomou conhecimento da Ponte Preta. Em pleno Moisés Lucarelli, venceu o time campineiro por 3 a 0 e mostrou por que é líder isolada da Série B. Os destaques do jogo foram os zagueiros da Lusa, Leandro Silva e Matheus, que marcaram dois dos três gols do time da capital. O terceiro foi de Raí, já nos acréscimos.

AE, Agência Estado

30 de julho de 2011 | 18h32

Com a segunda derrota em casa, o time campineiro segue com 26 pontos, mas permanece sozinho na segunda colocação, uma vez que o Paraná não venceu na rodada. A Lusa é cada vez mais líder e agora tem quatro pontos de vantagem sobre a Ponte. De quebra, se recuperou do empate sem gols contra o Americana na terça-feira, no Canindé.

Após o jogo, a Ponte Preta se despediu de seu torcedor. Isso porque o time campineiro, assim como seu rival Guarani, foi punido com a perda de dez mandos de campo. A não ser que consiga reverter a punição, terá que jogar em Araraquara até quase o fim da Série B.

A disputa pela liderança teve a Ponte Preta melhor no primeiro tempo. Atuando como mandante, o time alvinegro teve maior posse de bola, porém não soube como chegar ao gol. A Portuguesa entrou mais fechada na defesa e criou somente em contra-ataques, mas também sem grandes chances. A melhor oportunidade de gol do primeiro tempo foi da Ponte Preta, quando Renatinho desviou de cabeça e a bola bateu no travessão. Na sobra, Uendel chutou pela linha de fundo.

A Ponte Preta ainda perdeu o atacante Ricardo Jesus. O artilheiro da Série B, com 11 gols, sofreu estiramento muscular na coxa direita e teve que ser substituído por Lúcio Flávio no final do primeiro tempo.

Na segunda etapa, a Portuguesa provou por que é a primeira colocada. Logo aos seis minutos, o zagueiro Leandro Silva aproveitou o cruzamento de Marco Antônio e desviou de cabeça para colocar a Lusa em vantagem.

A Ponte Preta foi em busca do empate e, quando já estava com três atacantes em campo - após a entrada de Tiago Luís e Márcio Diogo -, deixou espaços na defesa e sofreu o segundo gol.

Aos 28 minutos, Matheus aproveitou passe de Raí dentro da área e chutou forte da marca do pênalti para ampliar. Nos acréscimos, Raí recebeu passe de Marco Antônio e chutou colocado para fazer o terceiro gol e confirmar a primeira colocação isolada da Série B.

A Ponte Preta volta a campo no próximo sábado, às 16h20, quando enfrenta o Americana, como visitante. A Portuguesa joga já na terça-feira, às 21 horas, quando recebe o Criciúma, no Canindé.

FICHA TÉCNICA:

Ponte Preta 0 x 3 Portuguesa

Ponte Preta - Júlio César; Guilherme, Leandro Silva, Wellington e Uendel; Xaves, Gerson (Márcio Diogo), João e Renatinho; Ricardinho (Tiago Luís) e Ricardo Jesus (Lúcio Flávio). Técnico - Gilson Kleina.

Portuguesa - Weverton; Luís Ricardo, Leandro Silva, Matheus e Marcelo Cordeiro (Renato); Ferdinando, Guilherme, Marco Antônio e Henrique (Leandro Love); Ivo (Raí) e Edno. Técnico - Jorginho.

Gols - Leandro Silva, aos 6, Matheus, aos 28, Raí, aos 47 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Paulo César Oliveira (Fifa-SP)

Cartões amarelos - Renatinho, Marco Antônio, Weverton, Leandro Love, Leandro Silva, Marcelo Cordeiro e Ferdinando.

Renda - R$ 75.669,00.

Público - 7.017 pagantes.

Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.