Portugueses devem sentir orgulho, diz Ricardo após derrota

Mesmo não conseguindo conquistar a inédita classificação à final da Copa do Mundo, o goleiro titular da seleção portuguesa, Ricardo, declarou que o seu povo deve sentir orgulho pela boa campanha apresentada no Mundial da Alemanha. O time dirigido pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari foi derrotado pela França, por 1 a 0, pelas semifinais da competição."Todos os portugueses devem sentir orgulho por aquilo que nós alcançamos. Sentíamos que podíamos ir mais longe, mas as coisas não foram conduzidas devidamente", disse o camisa 1 da equipe, que havia pego três pênaltis no confronto contra a Inglaterra, pelas quartas-de-final.Na partida desta quarta-feira, no entanto, ele não conseguiu evitar o gol do meia francês Zinedine Zidane, após o pênalti de Ricardo Carvalho sobre Thierry Henry, aos 32 minutos do primeiro tempo. "Infelizmente não consegui agarrar a bola. Fizemos de tudo para que o desfecho fosse diferente", desabafou.Ele também aproveitou para atacar o juiz uruguaio Jorge Larrionda. ?Os árbitros sempre são grandes personagens dos jogos. Principalmente, osdecisivos. Desta vez não foi diferente.?Já o atacante português Pauleta disse estar decepcionado com o resultado, mas desejou sorte aos rivais no confronto com a Itália na final, no domingo. "Estou muito decepcionado pelo grupo, por todos os portugueses. Agora vou pegar três semanas de férias", comentou o atleta que defende o Paris Saint-Germain. "Penso que fizemos um bom Mundial. Infelizmente não deu, é uma pena. Agora desejo boa sorte à França", acrescentou. Para o volante Costinha, a sua seleção ainda não está pronta para enfrentar as potências do futebol mundial. "Os jogos não se ganham sempre no campo. Portugal ainda é pequeno para lutar contra as grandes estruturas européias. Mas acima de tudo, temos de ter confiança no futuro e ter orgulho do que temos feito".O brasileiro naturalizado Deco destacou as dificuldades que a equipe encontrou na partida. "A França fez um gol, depois se limitou a defender e a apostar no contra-ataque. Nós tentamos chegar, mas eles defenderam muito bem. É difícil jogar contra uma seleção que está em vantagem. O árbitro não marcava muitas faltas e isso também ajudou".Já o atacante Cristiano Ronaldo disse que Portugal precisa focar o confronto de sábado, contra a Alemanha, na disputa do terceiro lugar. "Já demonstramos que jogamos um bom futebol. Aliás, não vi superioridade do lado da França, pensei que fossem melhores. Agora temos de pensar no próximo jogo e apenas pensar em vencer". Para o confronto com os donos da casa, Felipão não poderá contar com o lateral-direito Miguel, com uma lesão no joelho direito, e o zagueiro Ricardo Carvalho, que vai cumprir suspensão automática por levar o segundo cartão amarelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.