Gustavo Aleixo / Cruzeiro
Gustavo Aleixo / Cruzeiro

Pottker faz dois, Cruzeiro goleia Patrocinense e pega o América-MG nas semifinais

Equipe celeste demonstra bom futebol em partida no Mineirão; time de Lisca também goleia

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2021 | 18h32

Nada de zebra no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O Cruzeiro não teve problemas para golear a Patrocinense, neste domingo, por 4 a 0 e está nas semifinais do Campeonato Mineiro, na qual encara o rival América-MG. O centroavante William Pottker foi o destaque da fácil vitória, anotando dois gols.

O Cruzeiro chegou à 11.ª e última rodada da fase de classificação ainda buscando a vaga, diferentemente de América-MG e Atlético-MG, já garantidos. Em terceiro lugar, corria o risco de ser ultrapassado por Tombense, URT, Pouso Alegre e até a Caldense e não se garantir entre os quatro melhores.

Um gol de Pottker logo com dois minutos, porém, deixou o Cruzeiro bastante tranquilo na partida. Em uma blitz na marcação, Adriano roubou a bola e deu para o atacante fazer 1 a 0. O chute bateu em um defensor e enganou o goleiro. O lance quase se repetiu logo depois, mas desta vez a zaga desviou a finalização do artilheiro para fora.

Eliminado e com apenas cinco jogadores na reserva, a Patrocinense não tinha metas no jogo (sem risco de rebaixamento, estava fora até da disputa do Troféu Inconfidência) e apenas se protegia. Conseguiu levar a desvantagem mínima ao intervalo.

Porém, voltou desatenta e, em cinco minutos, viu o time do técnico Felipe Conceição definir a vitória fácil, com gols de Matheus Barbosa e novamente de Pottker, o nome do jogo, que após roubar a bola ainda driblou o goleiro para ampliar para 3 a 0. Jadson transformou a vitória em goleada no minuto final.

O Cruzeiro corria risco de eliminação, ao mesmo tempo que mirava o segundo lugar para ter vantagem de dois empates nas semifinais do Campeonato Mineiro. Não aconteceu um, nem outro diante da Patrocinense.

Ganhou fácil e confirmou a terceira posição, já que o América-MG não tomou conhecimento da URT, goleando por 5 a 0, em Patos de Minas (MG). Ambos vão se enfrentar em dois jogos, daqui uma semana, com os comandados do técnico Lisca com a vantagem. O Cruzeiro vai encarar a semifinal com sentimento de vingança após perder do rival na fase de classificação.

Na outra semifinal, o líder Atlético-MG encara a Tombense, que terminou em quarto lugar, em uma reedição da decisão de 2020. Primeiro duelo em Tombos (MG) e definição no estádio do Mineirão.

O Troféu Inconfidência reunirá URT, Pouso Alegre, Caldense e Athletic, que ficaram entre quinto e oitavo lugares, respectivamente. Os moldes são os mesmos: semifinais em ida e volta, com vantagem de empates para a URT contra o Athletic e para o Pouso Alegre diante da Caldense. Boa e Coimbra já estavam rebaixados antes da rodada final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.