Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Praça em homenagem a Senna custa R$ 350 mil e é paga por empresas

Revitalização do Modelódromo do Ibirapuera será entregue no dia 1.º de maio

O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2017 | 07h00

Orçada em R$ 350 mil, a obra de revitalização do Modelódromo do Ibirapuera está em sua fase final. A inauguração oficial do local será no dia 1.º de maio. A partir da próxima semana, o espaço passará a se chamar Praça Ayrton Senna do Brasil e terá como principais atrações uma escultura de 2,5 toneladas, que antes ficava na entrada do túnel Ayrton Senna, e uma réplica em bronze do capacete do tricampeão de Fórmula 1.

De acordo com o secretário municipal de Esportes, Jorge Damião, todo o custo da obra foi bancado pela iniciativa privada. Entre as empresas que investiram no local estão a Petz e a concessionária Agulhas Negras BMW. O paisagista Benê Abbud também não cobrou para fazer o projeto de revitalização da área.

O projeto da prefeitura é transformar a praça em um novo ponto turístico da cidade. "Será o único espaço aberto em São Paulo para homenagear o Senna. Antes, ninguém parava para ver a escultura na entrada do túnel", diz Damião.

No dia 1.º de maio, a cerimônia de inauguração da praça contará com a presença de familiares do piloto e entrega de diplomas aos operários que trabalharam nas obras do local. Também haverá apresentação de um coral de crianças.

A entrada da praça fica na Rua Curitiba, 290, ao lado do Clube Círculo Militar. Além das peças em homenagem a Ayrton Senna, a praça terá um "ParCão", área destinada aos cães, e banheiro público.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1VelocidadeAyrton Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.