Srdjan Suku/EFE
Srdjan Suku/EFE

Prandelli avisa que Itália pode surpreender Espanha

Em coletiva, técnico relembra vitória sobre a rival em amistoso de 2011

AE, Agência Estado

26 de junho de 2013 | 20h04

FORTALEZA - O técnico Cesare Prandelli voltou até o dia 10 de agosto de 2011 para justificar por que acredita que a seleção italiana tem condições de surpreender a favorita Espanha e avançar à final da Copa das Confederações. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, véspera do jogo, o treinador relembrou uma vitória dos italianos sobre os espanhóis por 2 a 1, em amistoso realizado em Bari (Itália).

"Lembrei meus jogadores que, talvez, nós somos o adversário que mais dificuldades implicou à Espanha. Ganhamos em um amistoso em Bari, mas perdemos a final (da Eurocopa). Há um grande respeito por eles, mas temos trabalhado bem e sabemos ter as armas para dar trabalho.Precisamos demonstrar coragem, personalidade e atenção", disse Prandelli.

Mas, muito mais marcante que a derrota da Espanha em Bari - a penúltima da equipe que vem numa série invicta desde dezembro de 2011 - foi a vitória por 4 a 0 na final da Eurocopa de 2012. Aquele jogo, na Ucrânia, não sai da cabeça dos italianos, mas Prandelli nega um sentimento de revanche.

"Não gosto dessa palavra (revanche). O que quero é jogar um jogo no qual mostremos qualidade, quantidade, força física. Quero ver minha equipe jogar com intensidade pelos 90 minutos e mostrar um excelente equilíbrio", afirmou.

Durante a entrevista coletiva no Castelão, palco do jogo desta quinta-feira, Prandelli confirmou que Gilardino será o substituto de Balotelli, que voltou à Itália, machucado. "Ele é confiável, uma referência e excelente atleta", afirmou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.