Prass está ansioso para volta palmeirense ao Pacaembu

O goleiro Fernando Prass está ansioso para a estreia do Palmeiras no estádio do Pacaembu pela Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, o time recebe o ABC na capital paulista pela primeira vez após mandar quatro jogos no interior paulista como punição por incidentes causados por torcedores no Brasileirão do ano passado.

CIRO CAMPOS, Agência Estado

09 de julho de 2013 | 18h20

"É importante voltar para casa. É sempre diferente jogar no Pacaembu, um campo onde a gente conhece e a torcida aparece mais", disse o goleiro, que completou 35 anos nesta terça. "Devemos ter o dobro, se não o triplo de público que a gente vinha tendo", previu. Até agora o Palmeiras recebeu em média 6,4 mil torcedores nas partidas sediadas em Itu e Presidente Prudente.

Além de não precisar viajar, o Palmeiras reencontra um estádio onde apresentou bom futebol nesta temporada. Foi no Pacaembu que a equipe surpreendeu e construiu uma boa campanha na Copa Libertadores, ao chegar até as oitavas de final com três vitórias em quatro jogos no local.

O adversário desta sexta vem em uma fase muito ruim. O ABC é o lanterna da Série B e até agora a única equipe que não venceu um jogo sequer. "Temos que ter humildade, não tirar o pé e se doar dentro de campo para não corrermos o risco de tropeçar", explicou Fernando Prass.

Nesta terça, o Palmeiras treinou em dois períodos. Pela manhã, os jogadores fizeram trabalhos físicos e à tarde, os titulares fizeram um trabalho técnico de finalizações e controle de bola. Já os reservas disputaram um jogo-treino contra o Água Santa, equipe da quarta divisão do futebol paulista. A partida terminou empatada em 2 a 2.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasFernando Prass

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.