Estadão
Estadão

Prass mantém sonho de integrar a seleção

Apesar da grave lesão no cotovelo e dos 38 anos, o goleiro ainda acredita em uma chance com Tite

Alessandro da Mata, O Estado de S.Paulo

22 Agosto 2016 | 18h56

Em meio à recuperação de uma lesão no cotovelo, Fernando Prass compareceu na tarde desta segunda-feira a uma reunião da Abex (Associação Brasileira de Executivos do Futebol), em São Paulo. O goleiro mostrou-se positivo e mantém a esperança de integrar a seleção brasileira.

"Para mim ficou muito mais vivo esse sonho da seleção depois da primeira convocação", comentou o jogador de 38 anos.

Cogitado para capitão da seleção olímpica, Prass foi cortado às vésperas dos Jogos Olímpicos. Depois da medalha de ouro do time de Rogério Micale, o goleiro recebeu homenagens dos companheiros, especialmente de Gabriel Jesus.

"Realizei o sonho de ser convocado, mas não de jogar. Tudo bem. Vi ele (Gabriel) vestindo uma camisa com meu nome no Maracanã. Fiquei muito emocionado", comentou.   

Prass conta com um histórico positivo de recuperações físicas para atrair a atenção de Tite tão logo volte a jogar.

"Em 2014 tive lesão grave (no mesmo local), e 2015 foi um dos meus melhores anos da carreira. Já falei com o pessoal do Palmeiras, quero um plano especial de trabalho. Nesses três meses (até o final da temporada) vou fazer de tudo para voltar melhor", destacou.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Futebol Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.