Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Prass pede menos erros e mais valorização da bola no Palmeiras

Goleiro diz que time tem pagado caro por erros durante as partidas

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

24 Novembro 2015 | 11h00

O Palmeiras chega na decisão da Copa do Brasil com um retrospecto pouco favorável. Nas últimas dez partidas, a equipe venceu apenas duas, teve um empate e sete derrotas. Para tentar superar esses números negativos, o goleiro Fernando Prass espera que seus companheiros consigam se superarem e terem foco total nos jogos com o Santos.

Ao ser questionado os motivos do time não conseguir vencer, o experiente palmeirense culpa a falta de concentração. “Estamos mudando o time constantemente. A explicação é que a gente está tendo erros e estamos sendo punidos por isso. Temos que ter concentração maior, minimizar os erros e com a bola, ter tranquilidade para valorizar e trabalhar a bola”, analisou o goleiro.

Para Prass, a ordem é esquecer os jogos contra Coritiba e Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, e pensar apenas na Copa do Brasil. “O Brasileiro já foi, não tem que falar de G-4 ou qualquer outra coisa. A gente tem dois jogos finais, que valem o nosso ano e vamos fazer de tudo para vencer”, comentou o goleiro.

Outro experiente do elenco alviverde que alerta para a necessidade do time aumentar a concentração é o volante Arouca. “A gente conversa bastante, se cobra, que é uma coisa que não acontecia (os erros). Isso tem nos atrapalhado bastante, mas não dá para culpa só a defesa. Tem que ver num todo, porque é um grupo. Tanto que lá na frente, tem muitas vezes que os zagueiros vão para a área. O fato é que a gente não pode vacilar”, alertou.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Futebol Fernando Prass

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.