Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Prass será operado e desfalcará Palmeiras por três meses

Goleiro sofre fratura no cotovelo direito no jogo contra o Flamengo e é substituído ainda no primeiro tempo

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

05 de maio de 2014 | 15h21

SÃO PAULO - O goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, teve confirmada uma fratura no cotovelo direito em exame realizado na tarde desta segunda-feira em São Paulo. Por isso, o jogador passará por uma cirurgia que será realizada na noite desta mesma segunda-feira e assim ele desfalcará o time por cerca de três meses.

Prass sofreu a lesão na partida contra o Flamengo, no último domingo, no Maracanã, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, quando o time paulista perdeu por 4 a 2. No fim do primeiro tempo, ele teve de ser substituído após fazer uma defesa e deixou o campo sentindo muitas dores no cotovelo. Bruno assumiu o posto. 

Durante o período de ausência do titular do gol palmeirense, Bruno e Fábio vão disputar a posição. A diretoria do clube, porém, ainda vai analisar se vai contratar um novo goleiro ou se apostará nos dois nomes que tem à disposição para jogar neste momento no elenco palmeirense.

Neste ano, Fernando Prass já desfalcou o Palmeiras contra o Santos, dia 23 de março, pela última rodada da primeira fase do Paulistão, e contra o Vilhena, pelo segundo jogo da primeira fase da Copa do Brasil. Nos dois jogos, ficou fora por causa de problemas particulares e no confronto diante do Ituano, na semifinal do torneio estadual, foi substituído no intervalo por causa de dores no tornozelo direito.

Depois da cirurgia, Prass terá alguns dias imobilizado para só após esse período começar a fisioterapia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.