Prazo da Fiorentina acaba amanhã

A Fiorentina corre contra o relógio para tentar se inscrever no Campeonato Italiano da Série B. O prazo termina nesta quarta-feira. Pela legislação italiana, os clubes precisam apresentar antes do início de cada temporada a garantia de que poderão arcar com as despesas. Caso contrário, não conseguem autorização para se inscrever na competição.O presidente da Fiorentina, Vittorio Cecchi Gori, está tentando vender alguns imóveis de sua propriedade para tentar salvar o clube. O grupo Medusa ? que pertence a Silvio Berlusconi, primeiro ministro italiano e dono do Milan ? está interessado em comprar um complexo de salas de cinema em Roma que pertence a Cecchi Gori. E um grupo colombiano fez uma oferta por um de seus prédios comerciais.Cecchi Gori tem pressa para bater o martelo. Se não conseguir o dinheiro até amanhã (31), a Fiorentina perderá a vaga na Série B para a Ternana, da Série C.Na Série A, Lazio e Roma só conseguiram segunda-feira a autorização para participar do campeonato. A Lazio precisou aumentar seu capital em US$ 55 milhões e a Roma depositou US$ 3,3 milhões para pagar algumas dívidas.Outro problema que agita o futebol italiano diz respeito aos direitos de transmissão dos jogos pela tevê. Oito clubes (Atalanta, Chievo, Brescia, Empoli, Como, Modena, Piacenza e Perugia) ainda não fecharam os contratos. ?Se não recebermos mais, não permitiremos que o campeonato comece. Os clubes grandes também vão perder se seus jogos contra nós não forem transmitidos?, disse Alessandro Gaucci, diretor do Perugia.Os oitos clubes querem US$ 10 milhões, mas as tevês oferecem US$ 4 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.