Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Prazo para Cícero deixar o Santos termina nesta quarta-feira

Meia precisa apresentar proposta de comprador ou terá de viajar com o time

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

27 de maio de 2014 | 05h27

SANTOS - Cícero tem prazo até quarta-feira para apresentar a proposta do interessado na sua contratação. Se não aparecer comprador, ele terá de cumprir o combinado e viajar à tarde com a delegação para ficar à disposição de Oswaldo de Oliveira na partida de quinta-feira contra o Bahia em Feira de Santana. Há fortes comentários na Vila Belmiro de que o destino dele será o Fluminense, que daria uma compensação ao Santos para liberá-lo do restante do contrato que vai até 31 de dezembro.

"Vamos aguardar a apresentação da proposta que o empresário teria pelo jogador, avaliar se atende aos interesses do clube e então tomaremos uma decisão. Na reunião de domingo cedo no hotel em São Paul, a gente entendeu a colocação do jogador e depois de ouvir a opinião do Oswaldo de Oliveira decidimos liberá-lo da partida", disse o presidente Odílio Rodrigues.

Como não pretende aumentar de R$ 350 mil para R$ 500 mil o salário de Cícero e nem ficar com o jogador descontente no elenco, o Santos já não fala mais em exigir os 3 milhões (R$ 9 milhões) a que teria direito da multa contratual. É possível que a liberação seja por uma importância inferior ou em troca de algum jogador.

O clube nega que esteja conversando com o Cruzeiro sobre a possibilidade de trocar Cícero por Julio Baptista.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCCícero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.