Pedro Souza/ Atlético
Pedro Souza/ Atlético

Prefeitura de Belo Horizonte confirma volta do torcedor aos estádios

Novas regras para a liberação de público nas arquibancadas foram definidas, como permissão de 30% da capacidade das arenas e portões fechados uma hora antes das partidas para evitar aglomerações

Redação, Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2021 | 13h45

A prefeitura de Belo Horizonte confirmou nesta quarta-feira que vai liberar a presença de público nos estádios da cidade. Na portaria assinada pelo secretário municipal de saúde, Jackson Machado, há regras novas para a liberação da torcida nas arquibancadas, o que já havia sido indicado pelo prefeito Alexandre Kalil.

Os estádios poderão liberar apenas 30% da sua capacidade de público. A portaria não confirmou a data exata do retorno dos torcedores aos estádios da capital mineira. Mas apontou regras específicas para evitar aglomerações no entorno das arenas, horas antes de cada partida.

"Todos os portões do estádio que derem acesso aos setores comercializados devem estar disponíveis para entrada e saída dos torcedores e devem ser fechados uma hora antes da partida", registrou a portaria 0458/2021. "A venda de alimentos e bebidas será realizada exclusivamente nos bares ou balcões."

As medidas foram anunciadas pela prefeitura por causa dos primeiros testes na abertura dos estádios, nas últimas semanas. Tanto no duelo Atlético-MG x River Plate, pela Copa Libertadores, quanto em Cruzeiro x Confiança, pela Série B do Campeonato Brasileiro, houve aglomeração nos arredores dos locais da partida.

Os flagrantes captados em diversos vídeos mostraram centenas de torcedores sem máscara, ingerindo bebidas alcoólicas, formando aglomerações na porta do estádio. No dia seguinte ao confronto entre Atlético e River, Kalil veio a público para reprovar o que chamou de "evento-teste", informando que recuaria na decisão de liberar a torcida.

As regras de exigência de testes negativos ou vacinação seguem vigentes. O torcedor que quiser comparecer aos jogos em Belo Horizonte precisará apresentar teste PCR negativo, realizado até 72 horas do início da partida. Ou comprovante de vacinação. Os ingressos continuam nominais e precisam ser acompanhados de documento de identificação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.