Prefeitura veta festa na Paulista

Os torcedores do São Paulo que quiserem se reunir para assistir ao jogo no domingo, na final do Mundial de Clubes contra o Liverpool, terão de se conformar com um telão na quadra da escola de samba Unidos de São Lucas, na Zona Leste da cidade, na festa organizada pela torcida organizada Independente.Mesmo porque, a Prefeitura de São Paulo mantém sua posição: não haverá telão e festa na Avenida Paulista. Afinal, foram os próprios são-paulinos que provocaram grande tumulto na região, com depredações e saques, quando foram comemorar o título da Libertadores, em julho.Por conta disso, a Prefeitura já tinha vetado qualquer festa corintiana na Avenida Paulista quando o time conquistou o título brasileiro. E vai fazer o mesmo com o São Paulo, caso saia campeão do Mundial de Clubes no domingo.Única opção - Assim, restou aos são-paulinos que não foram ao Japão a festa da Independente. Ela começará às 22 horas de sábado e vai varar a madrugada, com bandas de reggae e samba, além da apresentação da bateria da agremiação - a final contra o Liverpool começa às 8h20 (horário de Brasília). O mesmo esquema foi usado no primeiro jogo do São Paulo no Mundial, na última quarta-feira. Homens pagarão R$ 5,00 e mulheres entrarão de graça.A diretoria do São Paulo ainda não tem nenhuma festa oficial agendada. De acordo com sua assessoria de imprensa, os diretores que estão todos no Japão para assistir à final, preferem aguardar o resultado para combinar como será feita a recepção dos jogadores no Brasil, com chegada prevista para terça-feira. Também não haverá telão no Morumbi.

Agencia Estado,

15 de dezembro de 2005 | 18h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.