Prêmio gera polêmica no Barbarense

A premiação que a diretoria do União Barbarense iria pagar para os seus jogadores por terem livrado o time do rebaixamento do Campeonato Paulista, está gerando polêmica no clube.Alguns jogadores não concordaram com a divisão entre o elenco e o pagamento que seria feito na última terça-feira foi adiado. Os jogadores devem receber quinta-feira, no período da tarde.O técnico Roberval Davino, de vez, é apontado como verdadeiro salvador da pátria. Quando chegou ao clube, o time estava desacreditado e praticamente rebaixado, mas Roberval mudou tudo e o time livrou-se da degola. A diretoria deve se reunir na próxima semana para traçar os planos para o futuro. Alguns jogadores já deixaram o elenco, como é o caso do zagueiro Válder, do meia Henrique e do atacante Luiz Gustavo, que foram todos negociados com o Mirassol, que disputa a Série A-2 do Campeonato Paulista e tem o comando do técnico Luis Carlos Martins, que começou a temporada em Santa Bárbara. O atacante Mauro negocia sua transferência para o Juventude-RS.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.