Rubens Chiri / São Paulo FC
Rubens Chiri / São Paulo FC

Preocupado com a defesa, Diniz quer mais atenção do São Paulo em mata-mata

Técnico cita cansaço como fator para a derrota para o Lanús, que não jogava profissionalmente há sete meses

Redação, Estadão Conteúdo

29 de outubro de 2020 | 05h00

O técnico Fernando Diniz não escondeu a irritação com as falhas apresentadas pelo São Paulo na Argentina. E terá enorme trabalho para ajustar o time para o duelo de volta contra o Lanús, pela Copa Sul-Americana, quarta-feira, no Morumbi. Sua equipe precisa ganhar, o que ainda não fez em jogos de mata-mata no ano, e reaprender a não levar gols.

Mais uma vez, o São Paulo apresentou erros numa partida de mata-mata no ano. Foi o quarto jogo no sistema, e o 11° gol sofrido. Somou dois empates contra o Fortaleza, avançando nos pênaltis, e duas derrotas. Diante do Lanús e contra o Mirassol, no Paulistão. Querendo se redimir dos vexames a ir longe na Sul-Americana, acabar com as marcas negativas virou a missão do treinador.

Mas no meio da decisão há um duro e importante jogo frente o Flamengo, no Rio de Janeiro, pelo Brasileirão. Diniz vai se reunir com a diretoria para ver se poupa os titulares neste jogo e se dedica à Sul-Americana. 

A meta para os próximos jogos é ajustar a defesa e evitar os gols bobos. "Estou insatisfeito por serem jogadas mapeadas e que treinamos muito", disse o treinador. "A gente tem evoluído, mas precisamos melhorar o sistema defensivo. Temos que parar de tomar gols."

O treinador não diz o que fará para resgatar o setor. Pode optar por três zagueiros. A volta de Igor Vinícius na lateral-direita também pode ajudar. Nem Tchê Tchê tampouco Daniel Alves conseguiram dar conta no recado no setor.

O São Paulo também parece ter acusado o desgaste físico. Ao menos na visão de Diniz. No fim do jogo contra o Lanús, o time parecia melhor que os argentinos. Mas ele viu o contrário.

"A gente pode falar que estamos em uma sequência muito carregada de jogos. Estávamos cansados. E o Lanús descansado. Depende do contexto. Mas o motivo da derrota foram erros que não poderíamos ter cometido, principalmente na bola parada", disse.

Além da recuperação de Igor Vinícius, o São Paulo deve ter a volta de Hernanes no meio-campo. Com o crescente descontentamento dos torcedores com o rendimento de Daniel Alves, é possível que Diniz resolva "descansar" o jogador. Até um retorno de Arboleda ao time titular pode acontecer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.