Daniel Teixeira/Estadão - 08/07/2013
Daniel Teixeira/Estadão - 08/07/2013

Preocupado com desgaste, Palmeiras deve promover rodízio de jogadores

Time do técnico Gilson Kleina pode ter mudanças para jogo deste sábado com o Paysandu

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2013 | 07h50

SÃO PAULO - A avaliação do desgaste físico dos jogadores é o que vai nortear a escalação do Palmeiras para o jogo deste sábado, contra o Paysandu, pela Série B. Após disputar seis jogos em um intervalo de 17 dias, alguns jogadores devem ser poupados para priorizar a estreia na Copa do Brasil, na próxima quarta-feira.

Nesta sexta-feira pela manhã, Gilson Kleina comanda o último treino do time e a atividade será acompanhada de exames para medir quais jogadores podem estar mais cansados. O foco das atenções é Valdivia, que estava na Dinamarca em compromisso com a seleção chilena e não atuou no amistoso contra o Iraque porque sentiu uma lesão na coxa direita.

“Talvez o Kleina tenha de fazer um rodízio. Seria uma boa oportunidade para dar descanso”, disse o fisiologista do Palmeiras, Paulo Zogaib. O último jogo da equipe, contra o Joinville, exigiu bastante do elenco por ter sido debaixo de chuva e com campo pesado. O volante Charles e o atacante Leandro, por exemplo, revelaram estar cansados, porém treinaram normalmente ontem, assim como Mendieta. “Ele sofreu uma pancada no último jogo, mas não é nada grave”, disse Zogaib.

Saída

O lateral-direito Ayrton acertou com o Vitória. Segundo o empresário do jogador, Sérgio Malucelli o contrato é de empréstimo e vai até o fim do ano. Nesta quinta-feira o jogador apareceu no treino somente para se despedir dos companheiros. Contratado no começo da temporada, o atleta chegou a ser titular, mas depois foi afastado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasSérie BGilson Kleina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.