Preocupado com entrosamento, Cuca evita mudanças

'O time está bem arrumado na defesa, mas ainda está um pouco preso', analisa o treinador botafoguense

14 de janeiro de 2008 | 19h05

Equipe do Rio que precisou fazer o maior número de mudanças em relação ao elenco do ano passado, o Botafogo mantém o ritmo intenso de preparação para a estréia no Campeonato Carioca, sábado, contra o Resende, no Engenhão.  Depois da vitória por 2 a 0 sobre o Stabaek, da Noruega, no último sábado, pela Copa Peregrino, o técnico Cuca deve repetir o time do Botafogo para a partida contra o Viking, também do país nórdico, na quarta-feira, às 20 horas, no Engenhão. "O time está bem arrumado na defesa, mas ainda está um pouco preso, o que é natural devido ao desgaste da pré-temporada. Estamos treinando em três períodos há uma semana", comentou Cuca, que está preocupado em melhorar o entrosamento do novo Botafogo.  O treinador do Botafogo gostou da eficiência do lado esquerdo da equipe, que teve boa atuação contra o Stabaek. O apoiador Zé Carlos marcou um dos gol e entendeu-se bem com Lúcio Flávio e Jorge Henrique no setor. "No São Caetano, eu disputava posição com o (lateral-esquerdo) Triguinho, mas aqui jogaremos juntos. Com ele ficando mais atrás, tenho mais liberdade para chegar ao ataque", comemorou Zé Carlos.

Tudo o que sabemos sobre:
Botafogo-RJCarioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.