Jose Patricio/Estadão
Jose Patricio/Estadão

Preparação física é a prioridade do Corinthians

Objetivo de Mano Menezes é fazer com que a equipe inicie o Campeonato Brasileiro na frente dos adversários

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2014 | 05h02

SÃO PAULO - Após encerrar precocemente a sua participação no Campeonato Paulista, a comissão técnica do Corinthans passou a dar prioridade aos exercícios físicos. E assim será até o dia 20 de abril, quando o time disputará o seu próximo jogo oficial.

A ideia é fazer com que a equipe inicie o Campeonato Brasileiro na frente dos concorrentes, pelo menos no aspecto físico. Outra meta é conseguir que os atletas que hoje não se encontram no mesmo patamar do restante do grupo eliminem possíveis diferenças.

São os casos de Fábio Santos e Renato Augusto. Enquanto o lateral fez seu primeiro jogo na temporada apenas no último dia 16 após passar por uma cirurgia no abdômen, o meia foi submetido a uma carga específica de treinos no início do ano para evitar novas lesões musculares.

“É impossível um grupo com 32 atletas ser homogêneo, mas faremos alguns ajustes para deixá-lo o mais equilibrado possível”, conta o preparador físico Eduardo Silva.

Até a estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Atlético-MG, fora de casa, a ideia de Mano Menezes é que a equipe dispute dois amistosos. Os jogos devem ser realizados nos dois próximos fins de semana. “O planejamento é feito como se ainda estivéssemos disputando o Campeonato Paulista, com jogos de sábado ou domingo. Não podemos pensar na parte física sem competitividade. Tudo é feito pensando nas partidas”, diz Silva.

Apesar de lamentar a falta de ritmo de jogo, Renato Augusto acredita que ele e o Corinthians podem tirar vantagem deste período de inatividade. “Vamos começar o Campeonato Brasileiro em alto nível, bem fisicamente. Isso não aconteceu no ano passado. Por causa da quantidade de jogos, o time já começou o Brasileiro um pouco cansado. Agora, é plantar para colher lá na frente”, afirmou.

Para o meia, as primeiras rodadas também serão fundamentais para mostrar se o Corinthians poderá ser considerado candidato ao título ou não. “Começar bem faz a diferença. Nossa equipe melhorou nas últimas rodadas do Paulista, mas é o Brasileiro que vai mostrar se o time cresceu mesmo.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.