Preparação preocupa Vadão na Ponte

O técnico Vadão está preocupado com a falta de tempo para arrumar o time da Ponte Preta, que estréia dia 11 de janeiro no Campeonato Paulista, contra o Marília, em Campinas. "Vamos jogar pela superação", avisou o treinador.A Ponte só voltará ao trabalho no dia 2 de janeiro. "Os clubes do interior já estão treinando e os grandes têm uma base formada", comparou Vadão.O elenco da Ponte tinha 45 jogadores, mas já perdeu 13 e deverá ficar, no máximo, com 28, incluindo quatro juniores. Enquanto isso, a diretoria espera confirmar a contratação do goleiro Jean, ex-Guarani. Em compensação, perdeu o volante Ari para o Internacional.Nesta segunda-feira, os conselheiros do clube aclamaram o presidente Sérgio Carnielli para o próximo triênio - ele já está no cargo desde 1996.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.