Preparador admite desgaste físico do Santos

Para o preparador físico do Santos, Antônio Barbosa, a queda de rendimento do time na fase final do campeonato tem um único culpado: o sistema de disputa do Brasileiro. "É muito desgastante", justificou, lembrando dos 46 jogos em nove meses de duração.Para piorar a situação, Antônio Barbosa revelou que o Santos completou, contra o Guarani na quarta-feira, um total de 62 partidas este ano, um número, conforme estimou, muito elevado. "Foram três competições (Libertadores e os campeonatos Paulista e Brasileiro), além dos amistosos?, afirmou o preparador físico - e ainda faltam 11 rodadas do torneio nacional e mais a Copa Sul-Americana. Fazendo uma comparação, o time disputou 55 jogos ao longo do ano passado."Os atletas apresentaram cansaço, o que acontece há algumas rodadas", reconheceu Antônio Barbosa. Diante disso, seu trabalho tem sido apenas o de fazer a "manutenção" do grupo, evitando aumentar a carga de trabalho. "É só alongamento e aquecimento", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.