Preparador físico do Vasco pede demissão após ser criticado

Luís Flávio deixa a equipe de São Januário, que coloca o auxiliar Mauro Brito como seu substituto

Redação,

19 de fevereiro de 2008 | 18h15

A eliminação do Vasco na Taça Guanabara, em derrota para o Flamengo, provocou uma crise na comissão técnica da equipe. Após declarações do atacante Edmundo, de que nem deveria ter participado do clássico, e de críticas do técnico Alfredo Sampaio sobre a forma dos atletas, o preparador físico do Vasco, Luís Flávio, pediu demissão nesta terça-feira e já foi substituído interinamente pelo seu auxiliar Mauro Brito.Em entrevista à Rádio Manchete, do Rio, Luís Flávio falou sobre sua decisão e retrucou Edmundo. "Dentro dos parâmetros, ele é um jogador que vinha treinando. Edmundo é um bom profissional e treinou em dois períodos, principalmente no carnaval. Fez de tudo para entrar no condicionamento físico ideal. É claro que ele não estava no ritmo de jogo, porque isso se adquire no decorrer das partidas. Mas ele se prontificou a jogar, sem problema nenhum, e deve ter conversado com o Alfredo", declarou.Luís Flávio também rebateu o técnico Alfredo Sampaio, segundo o qual o torneio que o Vasco disputou em Dubai, em janeiro, prejudicou a preparação física da equipe."Discordo um pouco disso, já passou mais de um mês. Não podemos arrumar essa desculpa porque tivemos tempo para fazer alguns trabalhos físicos. É claro que jogando quarta e domingo é um pouco difícil, mas os jogadores entenderam isso, se aprimoraram no condicionamento. Esse problema de Dubai a gente tem que esquecer, não vai levar a lugar nenhum."O Vasco só volta a jogar dia 27, pela Copa do Brasil, contra o Itabaiana-SE, em São Januário.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadual do RioCopa do BrasilVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.