Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Presença de Arouca embala o Palmeiras neste sábado

Equipe alviverde encara o Capivariano no Allianz Parque

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2015 | 07h02

Foram 27 dias desde o primeiro treino no Palmeiras e, finalmente, chegou o dia. Arouca é a maior novidade na noite deste sábado contra o Capivariano, às 18h30, no Allianz Parque. Mais do que um reforço especial, o volante inicia sua trajetória no clube como forte candidato a ser o responsável por dar o equilíbrio que ainda falta para a equipe do técnico Oswaldo de Oliveira.

Ninguém parece tão animado com Arouca em campo como o treinador. Com o volante, Oswaldo espera fortalecer a marcação no meio de campo e propiciar uma variação de funções dos jogadores.

Gabriel e o ex-santista vão revezar como primeiro e segundo volantes, com o intuito de confundir a marcação. "Os dois têm condições técnicas de marcar e sair jogando e tem ainda o Robinho que pode ajudar nisso", explicou o treinador.

O escolhido para sair do time foi Alan Patrick. A distribuição tática será bem parecida, o que muda consideravelmente são as características dos jogadores. Robinho é mais de correria e carregar a bola, enquanto Alan Patrick aposta na técnica.

Assim, enquanto Gabriel e Arouca trocam de funções entre os volantes, Allione, Robinho e Dudu devem dar mais velocidade ao time. Se as coisas não derem certo, Alan Patrick se tornou uma opção, além de Rafael Marques, único reserva que entrou em todas as partidas do Campeonato Paulista.

A previsão inicial era que Arouca estreasse domingo passado, contra o Penapolense, mas Oswaldo adiou, por sentir que ele ainda não estava 100% fisicamente. Nessa semana, desde o início muito do trabalho foi feito em cima do jogador.

O treinador comandou três trabalhos táticos com o volante entre os titulares e a maioria das jogadas passava por seu pé. Como tem demonstrado uma forma física muito boa, ele começa jogando a partida.

"O Arouca precisa jogar, porque ele já passou por todos os processos de recuperação. Acho que o próximo passo é colocá-lo em campo", explicou Oswaldo, que aposta na possibilidade do jogador atuar os 90 minutos.

A volta de Zé. Outra novidade é o retorno de Zé Roberto. Ele não jogou domingo por sentir dores na coxa esquerda e já está recuperado. O restante do time é o mesmo que enfrentou o Penapolense. Antes da partida, o presidente Paulo Nobre vai entregar uma placa para o ex-atacante Evair, que completou 50 anos no último domingo.

No Capivariano, o técnico Ivan Baitello não pode contar com o atacante Vinicius, emprestado pelo Palmeiras, com o volante Amaral, de 42 anos, que sente dores musculares, e o zagueiro Fernando Lombardi.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS:

Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca, Robinho, Allione e Dudu; Cristaldo

Técnico: Oswaldo de Oliveira

CAPIVARIANO:

Douglas; Oliveira, Marllon, Hélio e Pedro Henrique; Júlio César, Samuel Souza, Kleiton Domingues e Aílton; Franci e Rodolfo

Técnico: Ivan Baitello

JUIZ: Norberto Luciano da Silveira

LOCAL: Arena do Palmeiras

HORÁRIO: 18h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.