Presença de Pedrinho é atração do Santos contra o Guará

O meia Pedrinho assinou contrato às pressas na noite de sexta-feira e deve ser a maior atração do Santos no jogo contra o Guaratinguetá, neste domingo, às 18h10, na Vila Belmiro. Se não for escalado desde o início, ele deve ficar no banco e entrar durante a partida. Depois de passar quase todo o ano de 2006 tratando de seguidas contusões, Pedrinho foi ao Santos e submeteu-se ao método especial de recuperação do fisioterapeuta Nilton Petrone, conhecido como Filé. E, depois de três semanas de trabalho, estava curado e em forma. "Ele vai jogar como um menino", avisou Filé, famoso por ter feito a recuperação do atacante Ronaldo antes da Copa do Mundo de 2002. Assim, o Santos apostou na contratação de Pedrinho, jogador que já passou por Vasco, Palmeiras e Fluminense. Para o técnico Vanderlei Luxemburgo, Pedrinho é um jogador especial e poderá ser um dos destaques do time do Santos no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores da América. A escalação de Pedrinho não é o único mistério de Luxemburgo para escalar o time que enfrenta o Guaratinguetá. Com 100% de aproveitamento em quatro jogos disputados no Paulistão - são 12 pontos ganhos, 12 gols marcados e apenas quatro sofridos -, o técnico pensa em deixar no banco alguns titulares, pensando em poupá-los na partida de estréia na primeira fase da Copa Libertadores, quarta-feira, na Bolívia, contra o Blooming. "Não estou preocupado em acumular ´gordura´, como se diz. Mas jogamos em casa e precisamos da vitória porque na seqüência teremos um clássico (Palmeiras, no dia 4 de fevereiro, no Morumbi)", afirmou Luxemburgo, sem descartar a possibilidade de preservar jogadores como Antônio Carlos e Zé Roberto, que, em razão da idade, têm maior dificuldade de se recuperarem do desgaste, entre um jogo e outro, nessa maratona em razão da seletiva da Libertadores. Além dos dois jogadores mais velhos da equipe (Antônio Carlos e Zé Roberto), Luxemburgo deve poupar Pedro, que chegou discretamente ao clube, mas já mostrou a sua importância, principalmente nos chutes de fora da área. O lateral-direito está pendurado com dois cartões e se receber o terceiro diante do Guaratinguetá, desfalcará o time contra o seu ex-clube, o Palmeiras, no próximo domingo. Assim, Neto deve jogar. Já o meia Cléber Santana, artilheiro do Campeonato Paulista com cinco gols, também não deve começar jogando contra o Guaratinguetá. Como ele sofreu um pancada no joelho direito e passou os dois últimos dias em tratamento, a sua ausência seria mais do que justificada. Tranqüilo, Guará quer empate A vitória sobre o Barueri por 2 a 0, fora de casa, deu mais tranqüilidade ao elenco do Guaratinguetá para o jogo na Vila. Apesar de satisfeito com a equipe, o técnico Carlos Rabelo decidiu manter os "pés no chão" para o jogo contra o líder isolado da competição. "Será um jogo muito difícil. Conseguimos um bom resultado contra o Barueri, mas agora um empate contra o Santos já estará de bom tamanho", revelou. Ficha técnica: Santos x Guaratinguetá Santos - Fábio Costa; Pedro (Neto), Domingos, Antonio Carlos (Avalos) e Kleber; Maldonado, Rodrigo Souto, Cleber Santana (Rodrigo Tabata) e Zé Roberto (Jonas); Pedrinho e Fabiano (Rodrigo Tiuí). Técnico: Vanderlei Luxemburgo. Guaratinguetá - Marcelo; Carlinhos, Rafael Pedro e Jeci; Geovane, Magal, Ale, Nenê e Galego; Sandro Goiano e Alexandre Pedalada. Técnico: Carlos Rabelo. Árbitro - Rodrigo Martins Cintra. Horário - 18h10. Local - Estádio da Vila Belmiro, em Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.