Presença de Robinho preocupa o Vasco

Para a equipe do Vasco, o desfecho do seqüestro da mãe de Robinho será um fator a mais de motivação para o Santos, no confronto de domingo, em São José do Rio Preto, jogo que pode definir o campeão brasileiro de 2004. O técnico Joel Santana demonstrou preocupação com a possível escalação de Robinho, embora tenha ressaltado que mais importante de tudo "era o lado humanitário" da questão. "Todos nós estamos convivendo com essa situação de insegurança e violência, o que é muito triste. E ficamos aliviados porque tudo acabou bem", afirmou o treinador do Vasco. Joel destacou a qualidade técnica de Robinho e disse que o atacante santista é um dos melhores do País, talvez o grande nome do Campeonato Brasileiro. Depois, enalteceu o time do Vasco e afirmou que sua equipe está preparada para enfrentar o atual líder da competição, com ou sem Robinho."Sabemos das nossas qualidades. Vamos tentar apresentar um futebol igual ou muito próximo do que exibimos contra o Atlético-PR", avisou o treinador.Joel pretendia escalar o Vasco no 3-5-2, mas mudou o discurso depois da dúvida quanto ao aproveitamento ou não de Robinho na partida. O treinador disse que vai estudar uma alternativa e que, por isso, não quer anunciar a escalação com antecedência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.