Presença de Vampeta ainda é dúvida

O Corinthians enfrenta o Coritiba, nesta quarta-feira, às 21h40, no estádio Couto Pereira, pensando apenas em não se expor a outro vexame no Campeonato Brasileiro. O time vem de três derrotas seguidas. O técnico Juninho Fonseca sabe que o adversário ainda luta por uma vaga na Libertadores e precisa da vitória para ficar próximo de seu objetivo.A grande novidade no Corinthians deve ser a presença de Vampeta no banco de reservas, sete meses depois da ruptura no ligamento cruzado do joelho esquerdo. Juninho, porém, ainda não confirmou a volta do volante. "Tenho que falar com ele", justificou o treinador.Antes do embarque para Curitiba, na tarde desta terça-feira, Vampeta disse que está se sentindo bem. O jogador até falou por telefone com o amigo Luizão, atacante que sofreu o mesmo tipo de lesão e está jogando normalmente no futebol alemão. "Estou ótimo. Tenho a mesma sensação que a dele. A perna operada está até mais forte do que a outra. Agora, se vou jogar ou não só depende do Juninho", afirmou.A preocupação do técnico, na verdade, é outra. O Corinthians corre o risco de bater um recorde negativo no ano: perder a quarta partida consecutiva. Assim, Juninho tentou dar uma ?chacoalhada? no elenco, confirmando aos jogadores que o futuro de cada um vai depender do que for mostrado nesta quarta-feira e nos outros cinco jogos pelo Campeonato Brasileiro."Já estamos trabalhando com o pensamento em 2004. Cada atleta terá a chance de mostrar a sua importância nesses seis jogos", avisou o treinador.Retrospecto - O Coritiba defende um tabu de 28 anos sem derrota para o Corinthians no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Não perde em casa para o time paulista desde 14 de setembro de 1975.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.