Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Presente em 19 partidas, árbitro de vídeo altera dez decisões nos Estaduais

Tecnologia atua em mudanças de marcações em três Regionais; maior utilização até agora foi no Rio

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

01 de abril de 2019 | 11h41

Principal novidade no futebol brasileiro deste ano, o árbitro de vídeo (VAR) está bastante atuante nos Campeonatos Estaduais pelo Brasil. Até agora, 19 partidas de quatro competições (Paulista, Carioca, Mineiro e Gaúcho) já contaram com a tecnologia, que fez dez diferentes lances terem a decisão revista pelo árbitro de campo.

O jogo com maior atuação do VAR foi no sábado, pelo Campeonato Mineiro. Em Varginha, o Boa empatou sem gols com o Atlético-MG pela semifinal após o time da capital ter três lances definidos com o auxílio da tecnologia. Os auxiliares anularam dois gols do Atlético-MG e definiram ainda a expulsão do volante José Welison, após análise do vídeo.

No entanto, o Estadual com mais decisões revistas pelo VAR foi no Rio de Janeiro. A tecnologia foi utilizada até o momento nas semifinais e finais tanto da Taça Guanabara quanto da Taça Rio. Quatro lances tiveram a decisão revista depois dos auxiliares revisarem as imagens da televisão.

O Campeonato Paulista passou a contar com o árbitro de vídeo nas quartas de final e teve três lances alterados após sua consulta. No mesmo Estadual, a tecnologia foi utilizada para referendar outras duas decisões. No Morumbi, na partida entre São Paulo e Ituano, os assistentes confirmaram que não houve pênalti em Everton Felipe. Outro lance foi no encontro entre Corinthians e Ferroviária. O árbitro assinalou impedimento de Gustagol e depois confirmou a marcação.

Pelas próximas semanas, a reta final dos Estaduais terá mais jogos com a participação do VAR. Ao todo a tecnologia estará presente em mais de 40 partidas de dez campeonatos regionais. Fora as fases finais do Paulista, Carioca e Mineiro, a tecnologia será utilizada nas decisões do Catarinense, Goiano, Cearense, Paraibano, Baiano e, por fim, no Gaúcho, torneio em que o VAR também já foi utilizado no clássico entre Grêmio e Inter, pela primeira fase, e voltará a estar presente na final.

LANCES ALTERADOS PELO ÁRBITRO DE VÍDEO

Campeonato Paulista

Tecnologia atuou até agora em dez partidas

Quartas de final

Santos x Red Bull

Arbitragem consultou e anulou gol do santista Diego Pituca

Palmeiras x Novorizontino

Imagens detectaram toque de mão do zagueiro Éverton Sena. Árbitro marcou pênalti para o Palmeiras

Semifinal

São Paulo x Palmeiras

Após considerar que houve pênalti de Reinaldo em Dudu, decisão é cancelada após revisão das imagens

Campeonato Carioca

VAR teve atuação em seis jogos

Final da Taça Guanabara

Fluminense x Vasco

Arbitragem analisa lances de confusão na área. Luciano, do Fluminense, acaba expulso

Semifinal da Taça Rio

Flamengo x Fluminense

Vídeo determina falta em Rodrigo Caio para anular gol do Fluminense. No segundo tempo, imagens ajudaram a marcar pênalti para o time tricolor

Semifinal da Taça Rio

Vasco x Bangu

Gol de Anderson Lessa, do Bangu, foi anulado no segundo tempo após revisão constatar impedimento

Campeonato Mineiro

Árbitro de vídeo esteve presente até agora nas duas primeiras semifinais

Semifinal

Boa x Atlético-MG

Árbitro de vídeo anulou dois gols do Atlético-MG e decidiu a expulsão de José Welison

Campeonato Gaúcho

Tecnologia esteve à disposição do Gre-Nal da primeira fase, mas não foi utilizada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.