Presidente da CBF garante segurança para Copa no Rio

Preocupado com a repercussão internacional da onda de violência no Rio de Janeiro, o presidente da CBF e do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Teixeira, mostrou confiança nas autoridades do Estado e garantiu que a capital fluminense terá "clima de normalidade" para receber jogos da Copa das Confederações de 2013 e do próximo Mundial.

AE, Agência Estado

25 Novembro 2010 | 21h45

"Posso assegurar à comunidade esportiva que a cidade-sede do Rio de Janeiro terá o clima de normalidade necessário para a disputa da Copa das Confederações da FIFA, em 2013, e para a grande festa que será a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014", declarou o dirigente, em nota divulgada nesta quinta-feira.

Na avaliação de Teixeira, as autoridades estaduais tem obtido êxito na redução da violência. "Renovo a mais absoluta confiança no poder de planejamento, prevenção e combate à violência que vem sendo comandado pelo governador Sérgio Cabral e pelo seu secretário de Segurança, José Mariano Beltrame", afirmou.

"Vê-se hoje no Rio de Janeiro que a sociedade reage firmemente aos incidentes provocados por criminosos, numa mostra de que a política de segurança conta com o apoio da opinião pública e da mídia, porque está sendo planejada e executada de maneira contínua para reduzir os índices de violência", reforçou.

A nova onda de violência no Rio de Janeiro começou no domingo, com seguidos ataques de traficantes. Ao todo, a polícia já contabilizou 26 mortos nos confrontos e 150 suspeitos presos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.