Presidente da federação de futebol do Equador se apresenta à promotoria após acusação

O presidente da Federação Equatoriana de Futebol (FEF), Luis Chiriboga, se apresentou nesta sexta-feira à promotoria do país para prestar depoimento no âmbito da investigação de autoridades locais após as acusações dos Estados Unidos sobre corrupção dentro da Fifa.

REUTERS

04 de dezembro de 2015 | 21h14

"Venho voluntariamente colaborar com a promotoria", disse o dirigente ao chegar em seu veículo particular, apesar de ter uma ordem de prisão por parte das autoridades equatorianas.

Outros dois dirigentes da FEF também se apresentaram voluntariamente às autoridades e ficaram detidos.

Mais cedo, a promotoria informou o congelamento da conta pessoal de Chiriboga e de outros funcionários da FEF, no âmbito da investigação do esquema de subornos na Fifa e que tem atingido a Conmebol.

A promotoria dos Estados Unidos acusou na quinta-feira 16 pessoas, entre elas o presidente da FEF, de participar de atos de corrupção, o que levou as autoridades judiciais equatorianas a iniciar formalmente uma investigação sobre essas acusações.

(Reportagem de Alexandra Valencia e José Llangarí)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTEQUADORPROMOTORIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.