Divulgação/ Twitter da Federação Pernambucana
Divulgação/ Twitter da Federação Pernambucana

Presidente da Federação de Pernambuco prevê retorno dos treinos em junho

Evandro Carvalho diz que situação no estado é mais 'animadora' do que em locais como São Paulo e Rio de Janeiro

Redação, Estadão Conteúdo

13 de maio de 2020 | 10h15

Passados 30 dias de férias antecipadas para jogadores e comissões técnicas dos clubes, entidades e federações já começam a projetar o retorno do futebol no Brasil. Nesta terça-feira, o presidente da Federação Pernambucana, Evandro Carvalho, indicou que os treinos para a retomada do Estadual devem ser retomados na segunda quinzena de junho.

"Nossa expectativa é a segunda quinzena de junho, nós retornarmos o treinamento. Antes disso, a previsão é que já tenhamos campeonatos estaduais em pelo menos três ou quatro estados do Brasil no começo de junho. Isso é muito animador", afirmou o dirigente, em entrevista à Rádio Jornal.

Carvalho, contudo, evitar apontar uma data para o reinício do próprio Estadual. "Temos hoje um cenário bem animador, mas cada estado é uma realidade. Estamos otimistas com o restante do Brasil em comparação a Rio de Janeiro, São Paulo e Ceará que tem uma curva muito grande e em nenhuma hipótese cogitamos (o retorno do futebol em Pernambuco) para maio", declarou.

A Federação de Pernambuco não é única a já falar em retorno dos treinos. Ainda na terça, a Federação de Santa Catarina levantou a possibilidade de retomar o Estadual até o dia 5 de junho. No mesmo dia, o governador Carlos Moisés da Silva liberou o retorno dos treinamentos, seguindo os protocolos de combate à covid-19.

No Rio Grande do Sul, os treinos foram retomados na semana passada. E tanto Grêmio quanto Internacional já começaram a se adaptar em atividades físicas e até com bola que respeitam o distanciamento entre os jogadores. No Grêmio, chegou a se criada uma escala de treino, com jogadores chegando ao CT em horários diferentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.