Presidente da Federação Pernambucana morre

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol morreu na manhã desta segunda-feira. Carlos Alberto Gomes de Oliveira, de 69 anos, passou mal na sua residência e foi levado para um hospital em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, mas não resistiu e faleceu vítima do enfarte fulminante.

AE, Agência Estado

29 de agosto de 2011 | 12h56

Carlos Alberto de Oliveira estava na presidência da Federação Pernambucana de Futebol desde 1995 e seu atual mandato só se encerraria em 2015. O dirigente havia sido convidado pela Confederação Brasileira de Futebol a presidir a delegação da seleção brasileira que vai enfrentar Gana em Londres no dia 5 de setembro.

Com a morte de Carlos Alberto de Oliveira, a presidência da Federação Pernambucana de Futebol deverá ser assumida por Evandro Carvalho, que é o atual vice-presidente da entidade. Na semana passada, o dirigente havia anunciado a sua pré-candidatura à Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes pelo PSD.

Sport, Santa Cruz e Náutico, os três principais clubes do futebol pernambucano, lamentaram a morte do dirigente. O Sport inclusive decretou sete dias de luto oficial. Já o Santa Cruz havia tido a sua delegação presidida por Carlos Alberto no empate por 0 a 0 com Santa Cruz do Rio Grande do Norte no último domingo em João Pessoa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.