Presidente da Federação Russa renuncia após Eurocopa

O presidente da Federação Russa de Futebol renunciou nesta segunda-feira e pediu desculpas aos torcedores depois que a seleção nacional foi eliminada na fase de grupos da Eurocopa. "Foi muito doloroso porque a equipe era muito forte e (o técnico) Dick Advocaat fez um bom trabalho. Ainda assim, tivemos falhas e, claro, nossos torcedores, que esperavam um resultado diferente, estão agora muito decepcionados", disse Sergei Fursenko.

AE -AP, Agência Estado

25 de junho de 2012 | 15h55

O dirigente anunciou sua renúncia durante um encontro televisionado, nesta segunda-feira, com o presidente Vladimir Putin. O dirigente assumiu a presidência da federação em fevereiro de 2010 e contratou Advocaat três meses depois.

As expectativas para a Rússia na Eurocopa eram elevadas, principalmente após a estreia, quando a equipe goleou a República Checa por 4 a 1. Depois, porém, a equipe empatou por 1 a 1 com a Polônia e foi eliminada ainda na fase de grupos com a derrota por 1 a 0 para a Grécia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEurocopaRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.