Divulgação/FVF
Divulgação/FVF

Presidente da Federação Venezuelana de Futebol morre por complicações da covid

Jesús Berardinelli, de 61 anos, era diabético, tinha hipertensão e problemas cardíacos

Redação, Estadão Conteúdo

05 de agosto de 2020 | 20h46

Jesús Berardinelli, de 61 anos, presidente em exercício da Federação Venezuelana de Futebol (FVF), morreu, nesta quarta-feira, após ficar internado por três semanas com a covid-19. Segundo a imprensa venezuelana, Berardinelli era diabético, tinha hipertensão e problemas cardíacos.

Berardinelli foi preso, em julho, acusado de mau uso de dinheiro público. Após uma semana na prisão, o dirigente foi internado com problemas respiratórios, após sofrer um desmaio, sendo diagnosticado positivo para o novo coronavírus.

Vice-presidente da FVF, Berardinelli assumiu a presidência em janeiro, ao substituir o presidente Laureano González, que se afastou por causa de problemas de saúde.

Jesús Berardinelli é o segundo presidente de federação nacional sul-americana de futebol a morrer por causa da covid-19. Em 19 de julho, morreu César Salinas, presidente da Federação Boliviana.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolcoronavíruscoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.