Presidente da Fifa fala que esta será a "Copa da alegria"

O presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter, afirmou nesta quarta-feira, na abertura do 56.º Congresso Ordinário da Federação Internacional de Futebol, que está convencido de que o Mundial da Alemanha, que começa na próxima sexta-feira, será "um tremendo sucesso para o futebol, para a alegria e para a paz".Blatter, junto da chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro da Baviera, Edmund Stoiber, destacou que "o espírito de equipe" entre todos os envolvidos no evento é que o permite estar convencido de que o Mundial será um sucesso.O presidente da Fifa lamentou as críticas que a organização têm recebido, "às vezes lógicas, mas com um freqüência injusta", e completou: "assumimos uma grande responsabilidade para chegar ao auge de nosso esporte e é aí que criticam a Fifa, na maioria das vezes sem motivo". Blatter ainda assegurou que "a Fifa mudou muito nas últimas décadas, mais do que esperávamos" e afirmou que esse progresso se concretizou graças às reformas que se empreenderam nos congressos.O discurso do presidente da Fifa abriu um Congresso que, durante esta quarta e quinta-feira, está previsto que aprove a criação de uma Comissão Ética com poder sancionador, como meio de acabar com a corrupção, e uma mudança dos estatutos para se adequar à lei da Agência Mundial de Antidoping.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.