Pierre Albouy/Reuters
Pierre Albouy/Reuters

Presidente da Fifa faz elogios à preparação da Rússia para a Copa do Mundo

Gianni Infantino também afirmou que os russos irão surpreender o mundo com seu acolhimento

Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2018 | 14h38

O presidente da Fifa, o suíço Gianni Infantino, elogiou nesta quinta-feira os preparativos da Rússia para a Copa do mundo, que terá início no dia 14 de junho. Em entrevista durante viagem de um dia ao Vietnã, o dirigente, que visitou algumas instalações em Hanói, disse que tudo transcorre bem e os russos irão surpreender o mundo com seu acolhimento.

+ Chuteira que Neymar usará na Copa do Mundo da Rússia é apresentada

+ INFOGRÁFICO - Conheça a bola da Copa do Mundo

"Os preparativos na Rússia estão muito, muito bem. Os estádios são lindos, a infraestrutura esta lá, os aeroportos estão operando, os hotéis estão lá e acho que o mundo vai descobrir neste verão um país acolhedor, que quer comemorar junto com o mundo inteiro o maior, não apenas evento esportivo, mas o maior evento social e esportivo do mundo, que é a Copa do Mundo", declarou Gianni Infantino. "Nós experimentaremos a melhor Copa do Mundo da história neste verão na Rússia", completou.

O mandatário da entidade máxima do futebol mundial disse que o Comitê Executivo da Fifa se reunirá no próximo mês para decidir se o árbitro de vídeo será implementado na Copa do Mundo, após quase mil testes bem-sucedidos. Ele mostrou otimismo quando à implementação do VAR (sigla em inglês para video assistant referee) no Mundial.

"Estou muito confiante e otimista porque penso que em 2018 não podemos mais aguentar o fato de que todos os torcedores no estádio e na frente das telas das televisões possam ver dentro de alguns minutos no telefone se o árbitro cometeu um grande erro ou não e o único que não pode ver é o árbitro. Então, se nós podemos ajudar o árbitro, devemos fazê-lo", opinou.

Anteriormente, Gianni Infantino se encontrou com o primeiro-ministro do Vietnã, Nguyen Xuan Phuc, para discutir como a Fifa pode ajudar no desenvolvimento do futebol no país asiático. O futebol é o esporte mais popular no país de 95 milhões de habitantes e que ocupa a 112.ª posição no ranking da entidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.