Presidente da Juventus diz que Amauri foi o destaque de 2008

Atacante foi eleito por Giovanni Cobolli Gigli o 'Juventino 2008'; italianos querem avançar na Liga dos Campeões

Ansa,

22 de dezembro de 2008 | 10h54

O presidente da Juventus, Giovanni Cobolli Gigli, disse nesta segunda-feira que, excluindo Alessandro Del Piero, que segundo ele é "hors concours" do time, só pode escolher Amauri como o jogador mais decisivo da equipe durante este ano. Veja também: Classificação / Calendário / Resultados Juventus vence e reduz diferença para Inter no Italiano   Eleito o "Juventino 2008", Amauri "melhorou e virou uma estrela da Juventus. Será uma pena para o nosso futebol se ele não se tornar italiano", disse Gigli comentando o processo de obtenção da cidadania italiana conduzido pelo jogador brasileiro, que há tempos aguarda uma convocação para vestir a camisa da seleção azzurra.   O presidente da equipe de Turim, porém, ressalta também a importância de outro jogador na equipe, o goleiro reserva Alex Manninger. "Devo agradecer também a Manninger, pois a contusão de (Gianluca) Buffon foi muito grave e ele tem feito sempre um bom trabalho".   Gigli fez um balanço positivo do ano de 2008 para a equipe. "Este foi um ano esplêndido, em que a Juve fechou com uma partida extremamente difícil, contra uma equipe competitiva", disse, referindo-se ao jogo do último domingo contra o Atalanta, vencido por 3 a 1 pela equipe de Turim.   "O ano de 2009 começa com boas perspectivas. Em primeiro lugar, queremos fazer boa imagem na Liga dos Campeões e acredito que em fevereiro teremos 50% de chances contra o Chelsea", contou Gligli, ressaltando que a equipe espera "chegar até a final do campeonato".   O presidente da Juventus também disse que sua equipe não pensa em nenhuma grande contratação nos próximos meses. "Em janeiro estarão recuperados os grandes campeões contundidos, portanto, não devemos fazer nada, nem com relação a aquisições nem a vendas", assegurou Gigli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.