Josep Lago/AFP
Josep Lago/AFP

Presidente da La Liga pede para Messi encerrar carreira no Barcelona: É um ícone'

Dirigente diz que saída do argentino é mais preocupante do que a ida de Cristiano Ronaldo para a Juventus

Redação, Estadão Conteúdo

28 de agosto de 2020 | 14h55

Javier Tebas, presidente La Liga, afirmou, nesta sexta-feira, que uma possível saída de Messi do Barcelona vai ser impactante para o futebol espanhol. O dirigente considera muito mais preocupante o fato de o craque argentino deixar a equipe catalã do que quando Cristiano Ronaldo trocou o Real Madrid pela Juventus.

"Acho que a saída de Messi seria muito mais sentida", disse Tebas. "É um ícone do futebol espanhol, da La Liga, e peço-lhe que termine sua carreira em nossa competição. Assinamos contratos de televisão com ou sem Messi. Quanto amor nós demos a ele", continuou o dirigente, que, ao mesmo tempo, não considera a provável transação uma "catástrofe".

"A saída de Cristiano, apesar de muita gente ter ficado chateada em Madri, teve um impacto quase nulo, pois estávamos nos preparando há anos para isso. Mas o caso de Messi é diferente. Messi é o melhor jogador da história do futebol. Tivemos a sorte de sempre tê-lo em nossa liga", disse Tebas.

O Real Madrid ainda tem Toni Kroos, Vinícius Júnior, Gareth Bale, Karim Benzema e Sergio Ramos, enquanto o Barcelona conta com Gerard Piqué e Sergio Busquets, mas também pode perder o uruguaio Luis Suárez. Mas nenhum deles têm potencial de manter o Campeonato Espanhol no mesmo patamar elevado por Cristiano Ronaldo e também por Lionel Messi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.