Presidente da Roma critica brasileiros

A passagem de Cafu e Émerson pela seleção não agradou a Franco Sensi. O presidente da Roma esperava que os brasileiros retornassem após a partida com os Estados Unidos, mas ambos ficaram também para o amistoso com o México, na última quarta-feira. "Esperava mais amor à nossa camisa", declarou o dirigente, ao jornal romano Corriere dello Sport.A dupla de brasileiros voltou só na sexta-feira e não tem presença confirmada para o jogo deste domingo contra o Brescia, em casa, pela 22ª rodada do Campeonato Italiano. O argentino Batistuta mais uma vez fica fora por contusão. A Roma lidera, com 51 pontos, e mantém distância prudente de Juventus (45) e Lazio (43), principais concorrentes ao título da temporada. O Brescia é apenas 13º, com 21 pontos e sem maiores pretensões.A Juventus tem tarefa fácil, pois recebe a Reggina, 18 pontos e penúltima colocada. A equipe de Reggio Calabria, no Sul da Itália, está ameaçada de rebaixamento e não tem vida fácil pela frente. Depois de jogar em Turim, recebe a líder Roma.A Lazio é quem corre mais risco, na 22ª rodada, dentre os times que lutam pelo scudetto. O segundo time romano visita o Bologna (28), no estádio dall?Ara, e terá pela frente o atacante Giuseppe Signori, que já foi um de seus maiores ídolos. Os demais jogos: Inter (28) x Verona (21), Lecce (26) x Udinese (28), Parma (33) x Bari (16) e Perugia (29) x Fiorentina (27).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.