Yves Herman/Reuters
Yves Herman/Reuters

Presidente da Uefa assegura que temporada europeia terminará até o fim de agosto

Aleksander Ceferin revela otimismo, mas ainda espera por datas do comitê executivo da entidade

Redação, Estadão Conteúdo

17 de maio de 2020 | 14h32

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, afirmou que a temporada de futebol na Europa, incluindo a Liga dos Campeões e a Liga Europa, será concluída até o final de agosto. A maioria das ligas nacionais foi suspensa em março em razão da pandemia do novo coronavírus e o único torneio a ser retomado no continente até aqui foi o Campeonato Alemão, reiniciado neste sábado.

"Temos uma ideia, mas temos que esperar pelo comitê executivo da Uefa para confirmar as datas. Eu posso dizer que a temporada europeia estará finalizada, se tudo estiver como está agora, em agosto", disse Ceferin à emissora beIN Sports. "Como as coisas estão agora, tenho certeza que podemos terminar a temporada e isto significa as competições organizadas pela Uefa", completou.

O Lyon e o Paris Saint-Germain, que foi declarado campeão francês após a competição ter sido encerrada, planejam realizar seus jogos da Liga dos Campeões fora da França, uma vez que o governo anunciou que eventos esportivos não serão permitidos no país antes de setembro.

"Se você não pode jogar no seu país, é necessário jogar em um terreno neutro. Eu não vejo a razão pela qual as autoridades francesas não permitiriam que organizassem uma partida sem espectadores, mas vamos ver. Está fora do meu alcance", declarou o dirigente esloveno que comanda a Uefa desde 2016.

EUROCOPA

Uma das primeiras medidas tomadas pela Uefa em meio ao surto da covid-19 foi o adiamento da Eurocopa de junho deste ano para 2021. Ceferin revelou que, em razão da mudança inesperada de data, três das 12 sedes do torneio estão com problemas no momento.

"Tivemos conversas com nove cidades e está tudo pronto. Com três cidades, temos alguns problemas. Então, discutiremos mais para frente. Em princípio, faremos isso em 12 cidades, mas se não, estamos prontos para fazê-lo em 10, nove ou oito", afirmou o presidente da Uefa.

Originalmente, a edição de 2020 da Eurocopa teria partidas disputadas em 12 cidades, uma em cada país diferente: Londres (Inglaterra), Munique (Alemanha), Roma (Itália), Baku (Azerbaijão), São Petersburgo (Rússia), Bucareste (Romênia), Amsterdã (Holanda), Dublin (Irlanda), Bilbao (Espanha), Budapeste (Hungria), Glasgow (Escócia) e Copenhague (Dinamarca).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.