Pierre Albouy / Reuters
Pierre Albouy / Reuters

Presidente da Uefa formaliza candidatura para tentar reeleição

Oito federações demonstram apoio público ao esloveno Aleksander Ceferin

Estadão Conteúdo

21 Agosto 2018 | 11h08

O atual presidente da Uefa, o esloveno Aleksander Ceferin, formalizou nesta terça-feira sua candidatura para tentar a reeleição em fevereiro do próximo ano. Ao mesmo tempo, o dirigente ganhou o apoio público de diversas federações para obter o segundo mandato à frente da entidade.

Ceferin teve sua candidatura formalizada quando a Federação Eslovena de Futebol, com a qual tem ligação, entregou a proposta formal à Uefa. A entidade impôs o prazo final de 7 de novembro para as federações dos países entregarem eventuais candidaturas para a corrida presidencial. O pleito está marcado para 7 de fevereiro, em Roma.

Na sequência, a Federação de Futebol da Itália publicou comunicado com elogios à gestão de Ceferin. "Expressamos nossa gratidão a Ceferin por tornar a Uefa ainda mais líder em nível mundial. Também agradecemos pelo desenvolvimento extraordinário dos clubes e das competições internacionais", disse a entidade italiana.

Federações da Irlanda e da Noruega, esta em nome de seis países da Escandinávia, também demonstraram apoio público à reeleição do esloveno. Ceferin foi eleito em setembro de 2016 para terminar o mandato iniciado pelo francês Michel Platini, afastado pela Fifa por corrupção.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.