Site Oficial / Tianjin Quanjian
Site Oficial / Tianjin Quanjian

Presidente de clube é preso e Pato pode voltar ao futebol brasileiro

Shu Yuhui é acusado de propaganda enganosa e sua prisão deve complicar a saúde financeira do Tianjin Quanjian

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de janeiro de 2019 | 18h38

Cobiçado por vários clubes, entre eles São Paulo e Flamengo, Alexandre Pato parecia ser um sonho impossível, mas uma reviravolta pode fazer com que o atacante retorne ao futebol brasileiro em breve. Shu Yuhui, dono do Tianjin Quanjian, da China, foi preso nesta semana, sob a acusação de propaganda enganosa e sua detenção deve ocasionar em grandes problemas financeiros para o clube. Negociar o brasileiro é uma forma de tentar amenizar a situação.

Segundo informações de agências internacionais, além de Shu Yuhui, outros 17 diretores do grupo que administra o clube foram presos. Além de um time de futebol, os empresários também possuem uma rede de hospitais especializada no tratamento contra câncer e também comercializam remédio e cosméticos de beleza.

O conglomerado é acusado de “falso marketing” depois de uma criança de quatro anos morrer durante um tratamento para o câncer. Ela usava os produtos da empresa, que prometia uma eficácia ao tratamento.

Com a prisão de Yuhui, o Tianjin deve ter problemas financeiros e a venda de Pato seria uma forma de amenizar a situação. O atacante tem contrato até o fim deste ano e sua multa rescisória é de 25 milhões de euros (R$ 105 milhões). Ele tem o salário mais alto do clube e, segundo a imprensa chinesa, o clube estaria disposto a negociá-lo após a detenção dos dirigentes da equipe.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.