Jean François Monier/AFP
Jean François Monier/AFP

Presidente de clube francês é acusado de abuso sexual por funcionária

Said Chabane presta depoimento à polícia local e nega que tenha cometido o crime

Redação, Estadão Conteúdo

05 de fevereiro de 2020 | 11h02

O clube Angers, que disputa o Campeonato Francês, revelou nesta quarta-feira que seu presidente, Said Chabane, prestou depoimento à polícia local nesta manhã em relação a um caso de suposto abuso sexual. Ele foi acusado por uma funcionária do próprio clube e nega ter cometido qualquer crime.

Chabane foi convocado para depor na polícia depois que procuradores abriram investigação com base em denúncia de uma funcionária do clube. Nem as autoridades e nem o Angers informaram detalhes sobre a acusação. O canal de TV francês RMC informou nesta quarta que as investigações iniciais têm como origem a denúncia de três pessoas.

Em comunicado divulgado pelo clube, o presidente negou as acusações. "Said Chabane contesta formalmente todas as alegações apresentadas contra ele. Ele está confiante nos resultados da investigação, para a qual ele está cooperando totalmente."

Chabane, um empresário do setor de alimentos, se tornou presidente do Angers em 2011. Na época, o time disputava a segunda divisão. Em 2015, ainda sob o seu comando, a equipe foi promovida para a primeira divisão. No momento, ocupa a 13ª colocação da tabela do Francês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.