Isabella Bonotto / AFP
Isabella Bonotto / AFP

Presidente de Portugal diz que acusações a CR7 não apagam êxitos esportivos

Marcelo Rebelo de Sousa pede para que todos aguardem as investigações antes de criticar o jogador

EFE

05 Outubro 2018 | 12h17

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, falou nesta sexta-feira sobre as acusações contra o jogador de futebol Cristiano Ronaldo, de abuso sexual, e preferiu focar apenas no desempenho profissional do atacante de Juventus.

"Eu não mudo de ideia sobre o papel esportivo e nacional que, alguém que hoje está envolvido em assuntos de justiça, teve na vida do nosso país. Isso existe, é e uma realidade", afirmou o chefe de Estado, em entrevista coletiva concedida durante um dos atos da celebração do Dia da Instauração da República.

Rebelo de Sousa pediu para que todos aguardem o desenrolar das investigações, para que, se cheguem a conclusões apenas ao término do processo.

Cristiano Ronaldo foi acusado pela modelo americana Kathryn Mayorga de tê-la estuprado em Las Vegas, em julho de 2009, pouco depois do jogador trocar o Manchester United pelo Real Madrid, após uma noite em uma boate. O atacante nega todas as acusações. / EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.