Presidente deixa Xerez por campanha ruim na Espanha

O presidente Carlos de Osma renunciou ao cargo nesta quinta-feira, um dia depois da derrota por 2 a 0 para o Barcelona, que deixou a equipe na última colocação no Campeonato Espanhol. Com apenas uma vitória em 13 partidas, a equipe ficou na zona de rebaixamento em quase todas rodadas da competição.

AE-AP, Agencia Estado

03 de dezembro de 2009 | 14h54

O dirigente fez um anúncio rápido. "Eu quero dizer adeus para todos vocês. Esta é a minha última aparição como presidente do Xerez", disse Carlos de Osma. Ele acrescentou que "agora eu sou apenas um torcedor".

Esta é a primeira temporada em 62 anos de história que o Xerez está na elite do futebol espanhol. O time está na lanterna da competição, com apenas sete pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolXerezrenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.