Vitor Silva/SSPress
Vitor Silva/SSPress

Presidente do Botafogo acredita em acerto com o goleiro Jefferson

Carlos Eduardo Pereira, eleito no fim do ano passado, fala em projeto de marketing para segurar titular da seleção brasileira

Estadão Conteúdo

06 de janeiro de 2015 | 18h53

O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, procurou demonstrar tranquilidade nesta terça-feira sobre o risco de perder o principal jogador do time. Insatisfeito com os atrasos de pagamento, o goleiro Jefferson anunciou que não se reapresentará nesta quinta-feira e está em tratativas com o Santos.

"Acho que não vai ter espaço para o Santos, não. Vamos chegar num bom entendimento com o Jefferson", disse Pereira, em entrevista ao SporTV. "Nossa ideia é que ele sirva como catalisador de você passar experiência, vontade, disposição de que um atleta titular da seleção brasileira comprou a ideia de disputar a Série B com o Botafogo. Todos nós temos que seguir esse exemplo e sair da Série B", considerou.

Com contrato válido até o fim desta temporada, Jefferson teria cerca de R$ 2 milhões a receber do clube, referentes a atrasos de 10 meses no pagamento de direito de imagens. Carlos Eduardo Pereira, porém, garante que a quitação da dívida com o goleiro é sua "prioridade".

"Temos um projeto de marketing em andamento. Imagino que hoje (terça) esteja chegando às mãos dele (Jefferson) uma proposta concreta de acerto do montante devido em 2014 e provavelmente um pedido de renovação até o final da nossa gestão. Espero que Jefferson esteja aberto para essa negociação", declarou o presidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.