Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Presidente do Botafogo confirma ida de Emerson Santos para o Palmeiras

Clube paulista não pagará nada ao time carioca pela contratação, porém vai gastar R$ 5 milhões entre luvas e comissão

O Estado de S. Paulo

17 de agosto de 2017 | 19h54

O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, confirmou nesta quinta-feira a saída do zagueiro Emerson Santos para o Palmeiras ao fim da temporada. O defensor está com o vínculo no fim e como já assinou o pré-contrato com o clube paulista, é o primeiro reforço do Alviverde para a temporada 2018.

O dirigente falou sobre o assunto durante entrevista coletiva. "Nós realmente fomos comunicados pelo Palmeiras sobre a negociação e intenção de assinar um pré-contrato, mas isso não vai mudar a relação do Emerson com o Botafogo. Seguirá treinando, cumprindo seu contrato até 31 de dezembro como tem feito normalmente, sem nenhum problema", disse.

Apesar de o Botafogo não receber dinheiro pela saída do jogador, o Palmeiras vai gastar cerca de R$ 5 milhões com a contratação. O montante será destinado parte ao próprio zagueiro, como luvas pela assinatura do vínculo, parte ao empresário dele, Jailton Oliveira. Antes do acordo com o Palmeiras, o Corinthians também tentou a contratação do defensor de 22 anos.

Emerson Santos foi revelado pelas categorias de base do Botafogo e atuou como titular durante boa parte do ano passado. Neste ano, o imbróglio fracassado para tentar renovar o contrato lhe tirou da maioria das partidas do time. O zagueiro, então, acabou preterido por Igor Rabello e Joel Carli no time titular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.