Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez deixa hospital após internação por pressão alta

De acordo com assessoria do clube, Andrés Sanchez passa bem, depois de ser hospitalizado na quarta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2019 | 16h46

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, de 55 anos, deixou o Hospital São Luiz, em São Paulo, na manhã desta sexta-feira. De acordo com o assessoria do clube, o presidente está bem. O dirigente havia sido internado por causa de pressão alta na quarta-feira. Durante o período de internação, o hospital informou não ter autorização para comentar sobre seus pacientes.

Por causa do problema, Sanchez não foi à Arena Corinthians para acompanhar o duelo entre a equipe corintiana e o Avaí, válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

É a segunda vez no ano que o presidente precisa ser internado às pressas. Em março, ele ficou hospitalizado por dez dias por causa de uma encefalite viral, uma inflamação no sistema nervoso central que causa fortes dores de cabeça, febre e até convulsões. O quadro exigiu tratamento e período de repouso em casa.

Andrés Sanchez está em seu terceiro mandato como presidente do Corinthians. Após comandar o clube entre 2007 e 2011, ele foi eleito pela última vez em fevereiro do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansAndrés Sanchez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.